• Projeto evita deslocamento de presos para audiências judiciais Sexta-feira, 14/06/2019 às 11:32:57
    Weber Witt

    Audiências realizadas no Presídio Estadual de Anápolis serão feitas por videoconferência. A ação faz parte do Programa de Videoconferências - Teleconferências para Audiências Judiciais de Custodiados, desenvolvido pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (Dgap) 

    Presos foram ouvidos pela Justiça esta semana com a ajuda da tecnologia. Ao todo, sete audiências marcaram as primeiras sessões da história do sistema prisional goiano usando videoconferência. Segundo o idealizador do programa, Maruzan Monteiro, o método gera economia ao Estado. 

    “O programa vai contribuir também com a segurança do sistema penitenciário, além de evitar o gasto de tempo de servidores do Executivo e Judiciário”, afirma Monteiro. O projeto deverá ser implantado de forma adaptada em cada uma das unidades prisionais do Estado.

    Com informações da Comunicação Setorial Diretoria-Geral de Administração Penitenciária

    Foto: Dgap